ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA: por que separar contas pessoais e empresariais?

ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA: por que separar contas pessoais e empresariais?

Data de Publicação: 6 de janeiro de 2020
Misturar as despesas do negócio com as contas pessoais é algo comum para alguns empresários, porem isso pode ser muito prejudicial ao seu negócio

As melhores soluções para gestão financeira você encontra com a LF Sistemas.

Para saber mais sobre nossos sistemas e qual melhor atende suas necessidades, clique no link abaixo:

https://bit.ly/2QttGae

Siga @lfautomacaovni (Facebook e Instagram)

Administração financeira: por que separar contas pessoais e empresariais?

Misturar as despesas do negócio com as contas pessoais é algo comum para alguns empresários, principalmente devido à falta de tempo para gerenciá-las separadamente. Porém, esse é um erro que prejudica a correta administração financeira da empresa e pode levar a problemas como prejuízos e dívidas, além de dificultar o acompanhamento das metas e resultados do negócio.

Quer entender melhor por que é importante organizar as contas separadamente e como fazer essa separação? Acompanhe a leitura!

Quais são as vantagens de separar contas pessoais e empresariais?

Separar as contas pessoas e empresariais é uma medida importante para uma boa administração financeira empresarial, já que permite ter um maior controle sobre a saúde financeira do negócio. Essa gestão traz diversas vantagens, como uma maior facilidade para acompanhar as receitas e despesas e fazer melhores investimentos. Veja quais são as principais!

Observar receitas e despesas separadamente

Quando as contas pessoais e empresariais estão misturadas, não é possível observar as receitas e despesas do negócio de forma separada. Isso dificulta o controle do fluxo de caixa e impede o acompanhamento adequado dos lucros e prejuízos da empresa, principalmente quando são utilizados recursos empresariais para pagar contas pessoais ou vice-versa.

Ao observar as contas separadamente, é possível visualizar melhor os reais lucros do negócio e tomar as ações necessárias para otimizar os resultados de cada setor. Assim, as perdas financeiras são evitadas e a lucratividade, aumentada.

Calcular ROI de forma mais adequada

Retorno Sobre Investimento (ou ROI, do inglês Return On Investment) é uma métrica de grande importância para a empresa, já que permite entender se os esforços feitos realmente estão valendo a pena ou não. Seu cálculo envolve diversos fatores, pois é necessário saber o lucro total gerado pelo investimento — o que só pode ser conhecido por meio de uma boa administração financeira.

Ao ter as contas empresariais separadas das contas pessoais, essa tarefa é facilitada, já que todas as informações que devem ser consideradas no cálculo estão devidamente organizadas e prontas para serem utilizadas.

Entender onde investir os recursos

O cálculo do ROI permite ainda saber como fazer investimentos mais acertados, já que é possível diferenciar as ações que estão dando melhores resultados e quais não estão trazendo o retorno esperado. Além disso, é possível saber quais são os setores da empresa que precisam de intervenções e direcionar os recursos para as áreas em que são mais necessários ou apresentam melhores possibilidades de lucro

Como fazer essa separação?

Existem algumas formas de tornar esse processo mais simples e fazer a separação de contas de forma mais adequada. Veja as principais a seguir.

Ter contas separadas

Criar uma conta bancária exclusiva para as movimentações financeiras da empresa é um passo essencial para a separação das despesas. Isso otimiza o controle do caixa, já que facilita a visualização das contas a pagar e a receber. Outra vantagem é a maior organização dos documentos, que ajuda a manter o negócio em dia com suas obrigações fiscais.

Criar um salário fixo

Um erro comum que precisa ser evitado é não controlar as retiradas de recursos da empresa — já que, se todo o lucro é utilizado para fins pessoais, a saúde financeira do negócio pode chegar a um estado crítico.

Portanto, é importante estabelecer um salário fixo que permita suprir suas necessidades pessoais e de sua família de forma adequada, mas sem comprometer o crescimento da companhia. Dessa maneira, o empresário retira somente a quantidade de dinheiro necessária mensalmente e pode reinvestir o restante na própria empresa.

Como você pode perceber, a separação de contas pessoais e empresariais otimiza a administração financeira do negócio, ajuda a evitar prejuízos e, até mesmo, a falência. Por isso, é importante tomar medidas para manter as contas do negócio organizadas e, se necessário, procurar ajuda profissional.

A LF Sistemas tem as melhores soluções para a automação de seu negócio.

 

Fonte: Intelidata Informática. 

https://www.intelidata.inf.br/blog/administracao-financeira-por-que-separar-contas-pessoais-e-empresariais/

 

 

 

 Receba Novidades